O Terrível Senhor Complexo | Nosso Amiguinho
    • Quando foi a última vez que você comprou um livro para o seu filho? Não deixe para depois! Visite nossa seção de l… https://t.co/Jpi7tNDEmW

      Apr 18, 2019

O Terrível Senhor Complexo

Maurício não gostava de ir à escola. É que todos os meninos da classe sempre caçoavam dele por causa do seu cabelo vermelho. Eles o chamavam de Foguinho. Isso o aborrecia muito. Tanto que, certa noite, ele confessou à mãe:

– Ah, mamãe, detesto o meu cabelo. Por que ele tem que ser desta cor?

– Meu filho, não ligue para o que os outros falam. Cada pessoa é de um jeito. Uns têm cabelo crespo, outros, liso, e cada um de uma cor diferente. Se você der a atenção a esses moleques, vai deixar com que o Senhor Complexo tome conta de você.

– O Senhor Complexo? Quem é ele, mamãe?

– Bem, o Senhor Complexo é um terrível agente inimigo que, se deixarmos, entra disfarçado em nosso pensamento e destrói tudo o que somos. Por isso, devemos nos aceitar como somos. Veja, por exemplo, os animais da floresta: cada um tem suas próprias características.

Maurício não entendeu muito o que a mãe havia dito e dormiu preo­­cupado, pensando no tal Senhor Complexo. Sua cabeça estava “voando”… Não demorou muito para que dormisse e sonhasse:

Era uma linda manhã na floresta. Todos os animais brincavam despreo­­cupados e felizes. De repente, uma nuvem negra se aproximou. Era o Senhor Complexo! Ele começou a atuar na mente dos animais, sem que ninguém percebesse.

O primeiro a ser atingido foi o Tucano. O Senhor Complexo lhe cochichou:

– Você não tem vergonha, seu narigudo? Com um nariz tão grande assim, você não deve achar nem lenço para comprar!

Em seguida, foi a vez da Coruja:

– E você, por que ainda não fez uma cirurgia plástica? Com tanta feiura, nunca vai arranjar casamento!

Ao Elefante, ele disse:

– Rapaz, você está gordo, hein! Devia fazer um bom regime…

E assim foi ele, criticando a tudo e a todos. Chamou a Girafa de pescoçuda, ao Macaco, de magricelo; ao Leão, de hippie cabeludo.

Foi então que, de uma só vez, todos na floresta resolveram mudar o visual. A Coruja fez uma plástica; o Tucano operou o nariz; o Elefante emagreceu; a Girafa deu um jeito de en­­curtar o pescoço; o Macaco fez ginástica e ficou fortão; e o Leão adotou um moderno corte de cabelo, quase careca.

Mas foi o aí que um grande problema surgiu. Certa noite, um grupo de ladrões entrou na floresta para assaltá-los. A Coruja, como sempre, estava de guarda para assustar os bandidos. Mas, como estava muito bonita, os bandidos nem deram bola.

Quando o Leão ouviu os ruídos, rugiu e deu ordem aos guardas para que prendessem os bandidos. Mas os guardas não o reconheceram; e não obedeceram.

Só restavam três chances: o Elefante, com seu peso e força, deveria amedrontá-los; a Girafa deveria apanhar cocos nas copas para servir de munição; e o Tucano deveria atacá-los a bicadas.

Mas que decepção! Agora, por causa do terrível Senhor Complexo, o Elefante estava magrinho, a Girafa não alcançava o coqueiro e o Tucano não tinha mais bico para atacar. Bem que o Macaco tentou chamar reforço, mas estava tão musculoso que arrebentou logo o primeiro galho em que pulou! Foi um desastre…

Então, Maurício acordou. Ele correu para abraçar a mãe e contar a ela o sonho. Daquele dia em diante, foi um menino mais feliz, aceitando-se como era, sem dar ouvido ao terrível Senhor Complexo.