O que não funciona na educação | Nosso Amiguinho

O que não funciona na educação

Educar e criar os filhos é mais complicado do que parece. Por isso, é normal que os pais cometam erros. Principalmente quando os filhos desobedecem, aprontam algo ou se colocam em perigo, a possibilidade de uma bronca ainda maior cresce. No entanto, alguns cuidados são necessários para que a situação não chegue ao ponto de gritos e de despertar a raiva.

Confira três erros que os pais podem cometer ao chamar a atenção de seus filhos:

Ameaça

A ameaça que utiliza o medo para controlar não funciona, ainda mais quando é fantasiosa e infundada. Em vez de fazer a criança ter medo das coisas, é preciso educá-la e orientá-la. Ela precisa aprender baseada em consequências reais, pois são as más consequências que nos convencem a desistir de certos comportamentos. Por isso, no lugar da ameaça, seja honesto e mostre a realidade e o que o comportamento pode acarretar. Por exemplo: “Se colocar a mão em um lugar quente, vai queimar”.

Discurso/ sermão 

Grande parte das crianças, principalmente as mais novas, tendem a se dispersar com mais facilidade. Por isso, seu tempo de concentração é mais curto. Quando for dar uma bronca ou dizer à criança que algo é proibido, seja direto. Com firmeza e, de maneira clara, diga o necessário. Algo como: “Se você não tiver cuidado com o brinquedo, ele irá quebrar e você vai ficar sem”. Não é necessário ficar falando que o brinquedo foi caro, que deu muito trabalho para comprar e encontrar, etc. Evite os sermões.

Comida em troca

Muitos pais não percebem que usar doces, sobremesas e outras comidas que a criança gosta para convencê-la de algo pode ser prejudicial. A comida não deve ser usada como chantagem. Se seu filho encarar o alimento dessa forma, quando você pedir que ele coma algum alimento do qual não gosta (como uma fruta, verdura ou legume), pode pensar que está sendo punido.