Novos sabores | Nosso Amiguinho

Novos sabores

Jorge estava de férias na casa da avó Sebastiana, para onde ele ia com os pais apenas uma ou duas vezes por ano. Os primos também estavam ali. Eles tinham acabado de acordar e estavam famintos. Foram todos até a cozinha.

O garoto viu bolo e uns pãezinhos sobre a mesa. O bolo era de chocolate, seu sabor preferido. Por isso, ele pegou uma fatia e comeu. Os pães era diferentes e ele resolveu nem provar.

– Coma um dos meus pães de ervas – disse a avó. – Só com esse bolinho de chocolate seu estômago não vai aguentar até a hora do almoço.

Jorge ficou indeciso. E se ele não gostasse daquele pão?

– Prove! – insistiu a avó, mas o garoto ainda resistia.

– Hum… que delícia! – disse um dos primos.

Encorajado com esse comentário, Jorge pegou o menorzinho e deu uma mordida bem pequena; mastigou, mastigou, mastigou e…

– É bom mesmo! – concluiu o garoto. – É até melhor do que o bolo! Vou comer o resto.

Você prova novos alimentos ou é daqueles que diz: “Não gosto”, e pronto? Quantas vezes você se arrisca e prova novos sabores? Se o alimento for saudável e estiver de acordo com aquilo que Deus tenha feito para sua alimentação, por que não experimentar?

Texto: Sueli Ferreira de Oliveira