Maçã ofendida – Nosso Amiguinho
Missing Consumer Key - Check Settings

Maçã ofendida

Ensinar sobre bullying, principalmente para crianças pequenas, pode não ser tarefa fácil, mas é indispensável. Ter essa conversa sobre o assunto com os pequenos pode contribuir tanto para evitar que sofram como que pratiquem.

Para ajudar, trouxemos uma ideia lúdica e didática para introduzir o assunto. A ideia original é da professora inglesa Rosie Dutton. Em uma de suas aulas, Rosie levou duas maçãs aparentemente iguais e as colocou na frente de seus alunos. Antes da aula, a professora havia jogado uma dessas maçãs várias vezes ao chão, mas as crianças não sabiam. Os alunos e a professora, então, começaram a falar sobre como as maçãs se pareciam. Foi quando Rosie pegou a maçã que havia derrubado e começou a dizer coisas feias sobre ela, que era horrível, nojenta e coisas do tipo. Depois, incentivou as crianças a fazerem o mesmo. Todos ofenderam a maçã. Contudo, a segunda maçã foi elogiada pela professora, que foi seguida pelas crianças com a mesma atitude.

Por fim, Rosie colocou as duas maçãs uma ao lado da outra, e todos comentaram novamente como elas ainda pareciam iguais. Porém, quando Rosie cortou as maçãs ao meio, as crianças perceberam que aquela que havia sido ofendida estava toda machucada por dentro, enquanto a outra estava intacta.

Nesse momento, a professora pôde falar sobre como o bullying funciona. Ela revelou que tinha amassado a maçã antes da aula para ilustrar o que acontece: embora pareça bem por fora, a pessoa que é ofendida sofre por dentro. Por isso é muito importante pensar antes de falar, pois as palavras podem machucar tanto quanto uma agressão física. 

Que tal aproveitar a experiência da professora e fazer o mesmo para ensinar às crianças?