Generosidade infantil | Nosso Amiguinho

Generosidade infantil

De forma geral, os pais desejam que seus filhos sejam pessoas boas e generosas. Mas muitas crianças acabam desenvolvendo comportamentos contrários a essa expectativa. Existem algumas atitudes que os pais podem tomar para evitar que isso aconteça. Entre elas, queremos destacar duas: o exemplo e a naturalidade ao praticar ações generosas. A generosidade deve ser contínua e estar ligada às ações diárias – como nos comportamos e o que dizemos diante de diversas situações. Por isso, deve fazer parte da rotina.

As crianças aprendem por meio da observação e da repetição. Você já deve ter se dado conta de várias palavras e atitudes que os pequenos repetiram, copiando de você e de pessoas próximas. O mesmo pode acontecer se seus filhos observarem generosidade em cada atitude que você tiver. O exemplo começa em casa. 

Uma observação importante: as ações generosas precisam ser naturais, não apenas em momentos específicos e pontuais, como no Natal e em campanhas de arrecadação, por exemplo. A solidariedade deve ser incentivada constantemente, independentemente de datas oportunas. Encoraje seu filho a fazer o que pode para ajudar a quem precisa, mesmo que seja dividir brinquedos ou um lanche. Atitudes como essas vão ensiná-lo a ser uma pessoa verdadeiramente generosa.