Depressão infantil – Nosso Amiguinho
Missing Consumer Key - Check Settings

Depressão infantil

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 350 milhões de pessoas
em todo o mundo têm depressão. Desse total, de 1% a 2% são crianças, um número a ser
levado em conta, pois representa 3,5 milhões a 7 milhões de meninos e meninas.

A depressão infantil, em geral, apresenta sintomas como irritabilidade, tristeza e falta de
prazer em atividades cotidianas. Os pais devem ficar atentos a mudanças de humor, baixo
desempenho na escola, mudanças nos hábitos alimentares e insônia ou sonolência.

É importante ressaltar que existem vários fatores que podem levar à depressão infantil,
como problemas na família, na escola e em outros relacionamentos, além de fatores
genéticos. A ausência dessas condições previne o desenvolvimento do quadro depressivo,
porém, não garante que uma criança estará imune da doença, pois cada organismo
funciona de maneira particular. Por isso, ao notar mudanças no comportamento de seu filho,
não tire conclusões precipitadas, mas procure um médico. A depressão infantil não deve ser
subestimada; ela precisa ser levada a sério.