Como evitar a obesidade infantil – Nosso Amiguinho
Missing Consumer Key - Check Settings

Como evitar a obesidade infantil

Nossa saúde depende dos hábitos e estilo de vida que adquirirmos. A obesidade, por exemplo, pode ser causada não só por fatores genéticos, mas por fatores externos, como sedentarismo e hábitos alimentares. Cuide da saúde do seu filho e preste atenção nas seguintes dicas: 

  1. Pais são o exemplo. Se você não leva uma vida saudável, é difícil pedir para que seus filhos se exercitem e se alimentem bem. Por isso, seja o primeiro a ter hábitos saudáveis;
  2. Façam, pelo menos, uma das refeições principais em família. O ideal é sempre comer junto, mas, se é muito difícil conciliar a rotina de todos, escolham ao menos uma refeição e tornem esse momento parte da rotina familiar. Aproveitem para fortalecer os laços, conversando, e incentivar a alimentação saudável;
  3. É imprescindível limitar o tempo que a criança passa em contato com as tecnologias (celular, televisão, computador, tablet e videogame), pois uma das causas do uso excessivo desses dispositivos é o sedentarismo. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, crianças com menos de 2 anos não devem ter contato com telas; dos 2 aos 5 anos, o limite é de 1 hora por dia, com acesso supervisionado e acompanhado pelos responsáveis; dos 6 aos 11, no máximo 2 horas por dia, também supervisionadas por adultos; dos 11 aos 18 anos, não se deve ultrapassar 3 horas por dia;
  4. Reúna a família para se exercitarem juntos. Simples brincadeiras como pega-pega, rouba-bandeira, pular corda e passeios de bicicleta, já ajudam a combater o sedentarismo e reforçam o convívio familiar;
  5. Converse com seu filho sobre os alimentos. Explique como alguns podem contribuir para sua saúde e seu desenvolvimento, enquanto outros prejudicam o organismo.

Pense em como está a saúde de sua família. Muitos problemas têm raiz nos hábitos familiares. Se esse for o caso, se esforce para mudar esses hábitos e, assim, trazer mais saúde para toda a família.