Carência afetiva – Nosso Amiguinho
Missing Consumer Key - Check Settings

Carência afetiva

O carinho, principalmente durante as fases iniciais, ajuda a desenvolver neurônios e a amadurecer o cérebro. Veja os danos e sintomas que uma criança com carência afetiva apresenta:

1) Comportamento: crianças que não recebem o afeto devido tendem a desenvolver transtornos comportamentais. Elas podem apresentar comportamentos violentos, melancólicos, retraídos, chorosos e estressados. Além disso, elas podem mudar de estado de ânimo frequentemente, além de ter mais dificuldade para controlar impulsos.

2) Desconfiança: a criança se sente insegura, alerta ao que acontece ao seu redor, com medo de se machucar e desconfiando de situações e pessoas.

3) Problemas físicos: a ausência de carinho e afeto pode atingir o sistema imunológico da criança, sujeitando-a a transtornos psíquicos e fisiológicos. Além disso, pode acabar ocorrendo um atraso em seu desenvolvimento físico, prejudicando o crescimento.

4) Dificuldade social: a criança com carência afetiva não desenvolve muito bem as habilidades sociais que outras crianças desenvolvem. Elas têm mais dificuldade em se relacionar e fazer amigos.

Caso você note algum desses sintomas em seu filho, siga algumas orientações:

  • Procurar um médico;
  • Fazer carinho, beijar e abraçar;
  • Cantar canções;
  • Conversar mais com seu filho;
  • Ser mais atencioso;
  • Contar histórias;
  • Brincar com ele;
  • Ouvir suas opiniões;
  • Fazer atividades juntos (desde passeios até tarefas de casa).