Brincadeira não tem época – Nosso Amiguinho
Missing Consumer Key - Check Settings

Brincadeira não tem época

Sabe aquelas brincadeiras “clássicas”, como pega-pega, pique-esconde, amarelinha e bolinha de gude? Jogos lúdicos e que envolvem movimento como elas são importantes para o desenvolvimento físico e cognitivo infantil. 

Se seu filho passa mais tempo se divertindo diante de telas, que tal resgatar essas brincadeiras? Proponha para seu filho brincar de peteca, pipa, queimada, jogos de tabuleiro, de roda e tantas outras opções.

Abaixo, apresentamos mais duas brincadeiras clássicas que podem ser feitas dentro de casa, em espaços pequenos.

Elefante colorido

Antes de começar, deve-se escolher alguém para ser o “líder” da brincadeira. Este fica à frente e diz bem alto “Elefante colorido”, enquanto os outros respondem: “Que cor?” Depois, ele deve falar o nome de uma cor para que os outros participantes procurem e toquem algo com aquela cor. Enquanto isso, o “líder” precisa pegar os participantes antes que encontrem o objeto. Quem for pego por último lidera a próxima rodada da brincadeira.

Batata quente

Os participantes formam um círculo, deixando uma pessoa de fora, virada de costas. Eles devem ir passando uma bola ou qualquer outro objeto bem rapidamente, um de cada vez, de mão em mão. Assim que o objeto começar a ser passado, o participante de fora deve ficar repetindo o verso “batata quente, quente, quente, quente, (…) queimou!”. Quando disser “queimou”, a pessoa que estiver com a bola é eliminada da brincadeira, que continua até sobrar apenas um participante.