Arco-íris alimentar | Nosso Amiguinho

Arco-íris alimentar

A cor dos alimentos tem a ver com seus valores nutricionais e benefícios. Embora a dieta não deva ser baseada apenas nas cores, elas podem ser levadas em conta na hora de selecionar o que entra no prato. 

Branco faz bem ao coração

Alho, cebola, couve-flor, rabanete. Esses alimentos produzem fitoquímicos (compostos químicos produzidos por plantas) que podem ter influência sobre a parte do corpo relacionada ao desenvolvimento de tumores. Além disso, alimentos como a cebola e o alho possuem substâncias que melhoram a saúde cardiovascular.

Laranja e amarelo: sinal de vitamina A

Quando ingerimos o betacaroteno, responsável pela cor alaranjada em cenouras, abóboras e mangas, nosso corpo o transforma em vitamina A. Como consequência, há benefícios para o sistema imunológico, para a pele e para a visão.

Verde de visão

Os riscos de degeneração macular, doença que provoca perda de visão, podem ser reduzidos com alimentos verdes. Na lista entram alcachofra, couve, kiwi, alface, entre outros.

Vermelho antioxidante

Morangos, pimentões e tomates são ricos em vitamina C, uma substância que previne o envelhecimento das células. 

Violeta para as meninas

A antocianina, responsável pela cor violeta de uvas, ameixas e repolho roxo também tem efeitos antioxidantes e previne problemas cardiovasculares. Além disso, um estudo realizado no Reino Unido pela Universidade de East Anglia mostrou que um alto consumo desses alimentos pode diminuir o risco de infarto nas mulheres.